Estudos Bíblicos

UMA OVELHA DESGARRADA RECEBENDO ATENÇÃO DE JESUS
  • Lucas 15:1-7 – AD São Mateus – Domingo, 10/06/12 – Pr. Deiró de Andrade

     

    Jesus contou esta parábola com objetivo claro de mostrar aos obreiros e discípulos o seu amor pelas pessoas. O amor é o motivador das preocupações de Jesus pelas ovelhas

     

    Jesus apresenta nossa responsabilidade com as pessoas pelas quais Ele morreu na cruz.

     

    1. I.              Jesus atribui valor à ovelha.

     

    Não é simples perceber a falta de uma ovelha, tendo outras 99 para cuidar, mas Jesus está a dizer que uma ovelha vale tanto que desperta a máxima atenção.

     

    O SUMO PASTOR afirma que aquela ovelha precisa de resgate, cuidados, incentivo, e motivação especial para voltar ao redil do qual partiu.

     

    1a. Pedro 5:1-4 – “Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada; Pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganancia, mas de boa vontade; Nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho. Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível coroa da glória”.

     

    1. Depois de encontrada a ovelha, o pastor a carregou sobre os ombros.

     

    1.                                           i.    Aquele cidadão convocou os amigos e vizinhos para uma festa em razão do encontro da ovelha perdida.

     

    1. Jesus afirma que há, igualmente, uma festa no céu por um pecador que se arrepende.

     

    1.                                           i.    A festa no céu parece diferente do entendimento de algumas pessoas, pois a motivação é maior pelo que se arrepende do que pelos demais que não necessitam de arrependimento.

     

    1. Nossa música deve ser inspiradora.

     

    1. Nossa recepção deve ser amorosa e alegre.

     

    1. Nossa mensagem deve ser ungida pelo Espírito Santo.

     

    1. Nossa reunião deve ser aquecida pelo Fogo Espiritual.

     

    1.                                         ii.    A Festa do pastor é apenas um ensaio, pois a verdadeira festa acontece no céu, com o SUMO PASTOR e seus anjos.

     

    João 10:9-16 – “Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagens. O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundancia. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas. O mercenário, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge; então, o lobo as arrebata e dispersa. O mercenário foge, porque é mercenário e não tem cuidado com as ovelhas. Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim. Assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. Ainda tenho outras ovelhas que não estão neste aprisco, a mim me convém conduzi-las; Elas ouvirão a minha voz; Então, haverá um rebanho, e um pastor”.

    1. II.            Jesus ensina o que fazer pelas ovelhas.

     

    O texto tem início com as pessoas se aproximando de Jesus. Ele era atraente.

     

    1.                                           i.    A postura de ser o melhor do mundo não atrai pessoas a Cristo.

     

    1.                                         ii.    Disputas para se ver quem é melhor afasta as pessoas de Cristo.

     

    1. Jesus continua atraindo, ao ponto de ser chamado de amigo dos pecadores.

     

    Lucas 7:31-35 – “A que, pois, compararei os homens da presente geração, e a que são eles semelhantes? São semelhantes a meninos que, sentados na praça, gritam uns para os outros: Nós vos tocamos flauta, e não dançastes; entoamos lamentações, e não chorastes. Pois veio João Batista, não comendo pão, nem bebendo vinho, e dizeis: Tem demônio! Veio o Filho do Homem, comendo e bebendo, e dizeis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores! Mas a sabedoria é justificada por todos os seus filhos”.

     

    1.                                        iii.    Jesus respondia com clareza aos questionadores de seu amor.

     

    Lucas 15:2 – “E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles”.

     

    1.                                        iv.    De fato, Jesus convivia com as pessoas de acordo com a missão que recebera do Pai, de vir ao mundo em busca das pessoas.

     

    Lucas 19:9-10 – “Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido”.

     

     

    1. III.           O que fazer para demonstrar que entendemos o chamado de Jesus.

     

    Fomos alcançados pelo amor de Jesus e, depois disso, somos chamados a amar como Ele amou.

     

    Quantas pessoas conhecemos que precisam de salvação?

     

    1. Quantos deles já foram evangelizados por nós?

     

    1.                                           i.    Quanto tempo de oração ou jejuns temos gasto em favor de pessoas queridas que estão longe do redil de Jesus?

     

    João 15:8-10 – “Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontra-la? Em tendo a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido. Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende”.

     

    1. Fomos chamados para frutificar.

     

    Colossenses 1:10-12 – “A fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus, sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e longanimidade, com alegria, dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz”.

     

    1. Agradando e Glorificando a Deus através dos frutos.

     

    João 15:16 – “Não fostes vós que me escolhestes a mim, pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros, e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda”.

     

    1. Abençoando pessoas pelos frutos da salvação.

     

    João 1:43-46 – “No dia imediato, resolveu Jesus partir para a Galiléia e encontrou a Filipe, a quem disse: Segue-me. Ora, Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro. Filipe encontrou a Natanael e disse-lhe: Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei, e a quem se referiram os profeta: Jesus, o Nazareno, filho de José. Perguntou-lhe Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê”.

     

     

    1. IV.          Paciência de Jesus na determinação de salvar a ovelha.

     

    Jesus demonstra compaixão e misericórdia pela ovelha machucada pelo mundo.

     

    Jesus sempre foi diligente. Ele desviou caminho para encontrar uma mulher na beirada do poço de Jacó e salvou uma cidade inteira, através da vida dela.

     

    João 4:5-7 – “Chegou, pois, a uma cidade samaritana, chamada Sicar, perto das terras que Jacó deu a seu filho José. Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem, assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta. Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. Pois os discípulos tinham ido à cidade para comprar alimentos.... (versículos 28-30) – “Quanto à mulher, deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: Vinde comigo e vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Será este, porventura, o Cristo? Saíram, pois, da cidade e vieram ter com ele”. ... (versículos 31-34) – “Nesse interim, os discípulos lhe rogavam, dizendo: Mestre, come! Mas ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheces. Diziam, então, os discípulos uns aos outros: Ter-lhe-ia, porventura, alguém trazido o que comer? Disse-lhes Jesus: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realiza a sua obra”. ..... (versículos 39-42) – “Muitos samaritanos daquela cidade creram nele, em virtude do testemunho da mulher, que anunciara: Ele me disse tudo quanto tenho feito. Vindo, pois, os samaritanos ter com Jesus, pediram-lhe que permanecesse com eles, e ficou ali dois dias. Muitos outros creram nele, por causa da sua palavra, e diziam à mulher: Já agora não é pelo que disseste que nós cremos; mas porque nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo”.

     

    1.                                           i.    Jesus demonstra compaixão motivando as ações de busca das ovelhas

     

    1. Espírito de sacrifício pessoal pelas ovelhas

     

    1. Tempo remido. Bem aproveitado. A ovelha é importante.

     

     

    1. V.           Perdão remidor para ovelhas que se desgarraram

     

    Jesus afirma que aquele pastor foi até onde estava a ovelha desgarrada e a encontrou gemendo, com frio e assustada, mas a trouxe de volta.

     

    Mateus, o evangelista, coloca uma riqueza de detalhes percebido por ele quando Jesus contava esta história.

     

    Ele nos conta que Jesus recebe discípulos a perguntar quem deles seria o maior. Jesus coloca uma criança entre eles e afirma que ninguém chega ao céu, se primeiro não se tornar como uma criança. A seguir afirma que não se pode oferecer tropeço para aqueles que estão no caminho da salvação.

     

    Então, depois disto, conta a parábola da ovelha perdida.

     

    Mateus 18:10-14 – “Vede, não desprezeis a qualquer destes pequeninos; porque eu vos afirmo que os seus anjos nos céus vêm incessantemente a face de meu Pai celeste. Porque o Filho do Homem veio salvar o que estava perdido. Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas, e uma delas se extraviar, não deixará ele nos montes as noventa e nove, indo procurar a que se extraviou? E, se porventura a encontra, em verdade, vos digo que maior prazer sentirá por causa desta do que pelas noventa e nove que não se extraviaram. Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos”.

     

     

    1. VI.          Alegria demonstrada por ver as ovelhas reunidas novamente.

     

    É a mesma alegria que Jesus quer ver na igreja, quando uma pessoa volta para a salvação.

     

    Esta é a missão da igreja. Esta é a missão do pastor.

     

     

    Hebreus 13:20 – “Ora, o Deus de paz, como tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo o bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre amém”.

     





Congregações

Selecione abaixo a congregação para acessar a Home Page.

Programação

Escola Bíblica
Domingos 9:00hs
Culto da Família
Domingos 18:30hs
Batismo e Santa Ceia
1° Sábado de cada mês - 19:00hs
Cultos da Noite
2° a 6° feira - 19:30hs
Cultos da Tarde
2° a 6° feira - 15:00hs
Cultos da Manhã
2° a 6° feira - 09:00hs
Ensaio Nova Geração
Domingos 11:00hs

Anúncios

Igreja Evangélica Assembléia de Deus em São Mateus
Matriz: Av. Mateo Bei, 263 - São Mateus - São Paulo - SP - Cep: 03949-010
(11) 2919.4244 (atendimento de segunda a sexta das 14h00 as 21h00 - exceto feriado)