Estudos Bíblicos

SE PUDESSE VOLTAR NO TEMPO.... GO BACK IN TIME
  • 2a. Reis 20:9-11 – AD São Mateus – domingo, 9/09/12 – Pr. Deiró de Andrade.

     

    Se você tivesse o poder de voltar no tempo, teria oportunidade de fazer tudo aquilo que teve vontade, mas por algum motivo, as vezes fútil, não os fez. Incomodado durante todo o final de semana, pude ser usado por Deus na escrita desta mensagem.

     

    Fui surpreendido com uma inspiração do Espírito Santo, acerca da mensagem a ser pregada hoje aqui na AD São Mateus. O relógio de Acaz voltou, como prova inequívoca de que Deus cumpriria sua Palavra de cura, restauração e longevidade, do rei Ezequias que muitíssimo chorara, ao receber a sentença de morte, em razão de uma enfermidade tida como incurável. 

     

    Li hoje, acerca de como “desfazer” um grande erro no Windows. O Windows XP possui uma “máquina do tempo”, que existe para aquele momento quando algo terrível se abate sobre o computador. É fácil voltar ao dia anterior, antes do problema e começar tudo de novo. É possível voltar-se até à semana anterior, ou ao mês anterior.

     

    Um recurso pouco usado, mas que pode salvar o trabalho todo, ao restaurar o sistema, tendo quatro objetivos.

     

    1. Ele permite que você volte no tempo, crie seus próprios pontos de restauração, corrija e atualize o Windows 98, mas é um devorador de espaço no disco rígido.

     

    1. São criados pontos de restauração no tempo, gerando os snapshot (um tiro muito rápido, ou seja, um movimento instantâneo como “foto” do sistema, num determinado momento, para que quando os dados forem alterados por questões  óbvias, em razão de uma ação equivocada, se possa consultar o que estava ali no passado e voltar àquele momento), corrigindo o problema.

     

    1. É possível se criar um “ponto de restauração”, como opção se estiver desempenhando uma operação questionável, de algo que sabemos que não deveria ser feito, mas mesmo assim fazemos.

     

    1. Quando se está com as “mãos atadas, por causa de um movimento errado, é possível consertar o passado do Windows, acessando o registro de backup das ações pretéritas.

     

    1. Como nada é perfeito nesse sentido, o sistema reserva 12% de espaço para se armazenar os pontos de restauração, o que dificulta se voltar atrás muito tempo.

     

    Nos computadores, parece que o problema está resolvido, mas e na vida é possível se fazer o mesmo, voltando ao passado para se corrigir aquilo que vivemos em consequência de nossos erros, falta de atenção e deliberadas decisões equivocadas e que geraram a situação desagradável vivida no momento?

     

    Seria muito interessante voltar ao passado com a memoria atual acarretando transformações, mas, o mundo está girando e não se pode voltar ao passado para se corrigir eventos que mudariam nossa história.

     

    Eclesiastes 3:15 – “O que é já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou”.

    Tanto as coisas do passado como as presente e do futuro se estabelecem pela ordem do Criador, visto que há um retorno constante das estações, e gerações dos seres vivos com o mesmo padrão. Isto é denominado na ciência de “ciclo da vida”. Por conta desta lei, as lições podem ser aprendidas em razão do ensinamento desta repetição.

     

    Salomão, ao final de sua vida, faz uma avaliação e aconselha os mais jovens acerca do preparo para a velhice:

     

    Eclesiastes 11:9 – “Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração e pela vista dos teus olhos; sabe porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo”.

     

    Algumas pessoas entendem ser fácil jogar para “debaixo do tapete” a sujeira dos acontecimentos do passado, tentando esquecê-los. Cedo ou tarde, ela aparecerá de volta, trazendo mais males que ao princípio.

     

    Lulu Santos, um poeta brasileiro, compôs uma música dizendo que “nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará. A vida vem em ondas como um mar num indo e vindo infinito. Tudo o que se vê não é igual ao que a gente viu a um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo. Não adianta fugir nem mentir pra si mesmo agora, ha tanta vida lá fora aqui dentro sempre como uma onda no mar...”. Esta visão não é compactuada com a Palavra de Deus.

     

    Cazusa, outro respeitado poeta brasileiro escreveu e cantou: “O tempo não para. ... vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades. O tempo não para”. De fato o tempo não para e, por isto mesmo é necessário saber viver.

     

    Na visão deste “cara casado de correr na direção contrária, sem pódio de chegada, sua metralhadora estava cheia de mágoas”.

     

    Haiwana, também cantou: “... e as frases só trazem lembranças já não sei mais quem eu sou. Já não faz tanta importância quando penso na noite seguinte no dia seguinte, no erro seguinte, retrato falado, um rosto marcado de volta ao passado”.  

     

    Analisando isto, sabemos que Deus faz retornar as coisas, pois, colhemos exatamente aquilo que plantamos, incluindo aí erros e acertos, e isto só muda com a diferença de sementes que lançamos na lavoura da vida.

     

    É um verdadeiro desafio viver sem cometer os mesmos erros do passado, pois ninguém quer viver errando a vida toda. Não se pode viver causando prejuízos o tempo todo. Vícios, erros, pecados, má administração, e coisas que estragam os relacionamentos.

     

    Pensando nisso o Espírito Santo usa o apóstolo Paulo para instruir as pessoas acerca da importância de se usar bem o tempo que temos, pois o relógio nunca para.

     

    Efésios 5:15-17 – “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios. Remindo o tempo; porquanto os dias são maus. Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor”.

     

    As oportunidades chegam e se vão, sem possibilidades de se voltar à elas. Vivamos de modo a agradar àquele que nos alistou, e pensemos na balança com que todos nós seremos pesados, pois o futuro também já passou.

     

    A Palavra do Senhor nos chama à atenção, pois além de advertir encoraja para a vida. O termo significa literalmente “aproveitar bem o tempo”, e aponta que os dias são tão  maus que a única forma de vencermos as dificuldades da vida é olharmos para Jesus.

     

    Quanto poderíamos aprender de colocarmos a nossa vida em ordem, nestes dias maus?

     

    O tempo é algo muito precioso porque as coisas são valiosas na medida em que as valorizamos, ou seja, se o nosso tempo não for bem aplicado, poderemos incorrer no erro de buscarmos excessivamente as coisas deste mundo, quando poderíamos nos acertar com o futuro de nossas almas. Felicidade ou miserabilidade na eternidade, a escolha é posta diante de todos nós.

     

    O tempo também precisa ser remido, porque é curto demais, e envolve coragem para se semear para a eternidade.

     

    Eclesiastes 11:1-6 – “Lança o teu pão sobre as águas , porque depois de muitos dias o acharás. Reparte com sete, e até com oito, porque não sabes que mal haverá sobre a terra. Estando as nuvens cheias, derramam a chuva sobre a terra, e caindo a árvore para o sul, ou para o norte, no lugar em que a árvore cair, ali ficará. Quem observa o vento, nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca a segará. Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se firmam os ossos no ventre da que está grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas. Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas igualmente serão boas”.

     

    O único bem que é repartido igualmente entre todas as pessoas é o tempo. Saúde, dentes, patrimônio, e outras coisas, são diferenciadas, mas o dia é de 24 horas para todas as pessoas.

     

    Os que jogam fora apenas 30 minutos por dia, ao final de 30 anos terão jogado fora 5.475 horas, tempo suficiente para aprender uma nova língua, tocar um instrumento, escrever um livro e fazer ainda muitas outras coisas.

     

    O tempo é tão precioso que, quando passa já não se permite recuperar mais, portanto requer um auto exame acerca da racionalidade com que estamos vivendo.

     

    O que se faria, então, com a possibilidade de voltar ao passado????

     

    O texto que hoje lemos nas Santas Escrituras narram o episódio da cura de um famoso rei de Judá, que ficara muito doente e não tinha recursos na medicina para o seu caso.

    Ezequias havia seguido o exemplo de Davi, sendo um homem de muita fé; Além de reparar o templo, reintegrar os sacerdotes e levitas e restaurar as celebrações das festas que lembravam os feitos do Senhor, ele guardou os mandamentos divinos e exortou o povo a desviar-se do pecado, aproximando-se de Deus.

     

    Ele combateu a idolatria e proibiu os cultos pagãos, chegando mesmo a destruir a serpente de metal erigida por Moisés e que se tornara um símbolo de desvio do povo. Foi salvo pelo Senhor no confronto com Senaqueribe, rei da Assíria, quando Deus enviou um anjo que exterminou 185 soldados numa única noite.

     

    Agora, o texto narra um outro milagre. O rei recebera a sentença, em razão de uma enfermidade mortal. A ordem que recebeu foi a de colocar sua casa em ordem, ou seja, ordenar as coisas para que pudesse descansar em paz.

     

    Sua surpreendente atitude, pôs à mostra a generosidade e o amor de Deus que lhe concedeu ainda mais 15 anos de vida. Anos nos quais teria oportunidade de fazer melhor do que fizera no passado. A sombra do relógio de sol retrocedeu por intervenção direta de Deus, fazendo que o tempo voltasse. 

    Não. Não se pode mais voltar ao passado para corrigir os erros, todavia se pode mudar o futuro a partir do presente e das decisões tomadas hoje mesmo.

     

    Quando viu-se recuperado, Ezequias cometeu um sério equívoco ao mostrar os seus tesouros aos mensageiros da Babilônia, contrariando ordens do Senhor. Foi advertido pelo profeta Isaias de que o cativeiro aguardava os judeus, em razão da invasão por parte de Nabucodonor.

     

    O chamado do Espírito Santo, pelo contrário, visa garantir um futuro com bênçãos insondáveis, tanto nesta vida, quanto na eternidade.

     

    Eclesiastes 12:1-9 – “Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento; Antes que se escureçam o sol, e a luz, e a luz, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva. No dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas. E as duas portas da rua se fecharem por causa do baixo ruído da moedura, e se levantar a voz das aves, e todos as vozes do conto se baixarem; Como também quando temerem o que está no alto, e houver espantos no caminho, e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e perecer o apetite; porque o homem se vai à sua eterna casa, e os pranteadores andarão rodeando pela praça; Antes que se quebre a cadeia de prata, e se despedace o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se despedace a roda junto ao poço, e o pó volte 1a terra, como o era, e o espírito volte a Deus que o deu. Vaidade de vaidade, diz o pregador, tudo é vaidade. E, quanto mais sábio foi o pregador, tanto mais sabedoria ao povo ensinou; e atentou, e esquadrinhou, e compôs muitos provérbios”.

     

    O termo vaidade utilizado no texto quer dizer “passageiro”, “efêmero”, “não durável”.

     

    Muitas pessoas vivem infelizes e marcados pela dor e por uma estima pessoal baixíssima, entendendo não serem privilegiados com destino adequado ou por terem sido vitimados por qualquer espécie de abuso ou violência. As marcas da vida são dolorosas para estas pessoas, porque vivem perseguidos pelos “fantasmas” do passado traumático.

     

    Todas as coisas vividas são imutáveis e impossíveis de serem apagadas naturalmente. Não é possível viver “fazendo de conta” que nada aconteceu, mas é possível se recusar em sofrer mais pelos acontecimentos do passado.

     

    Salmo 37:1-13 – “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade, porque cedo serão ceifados como a erva, e murcharão como a verdura. Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado. Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais Ele fará. Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos. Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal. Porque os malfeitores serão desarraigados; mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra, pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; olharás para o seu lugar, e não aparecerá. Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundancia de paz. O ímpio maquina contra o justo, e contra ele range os dentes. O Senhor se rirá dele, pois vê que vem chegando o seu dia”.

     

    O arrependimento dos pecados leva as pessoas à reflexão sobre o perdão de Deus manifestado em Jesus Cristo, o salvador que substitui o homem na punição a que tem destino. Peça perdão a Deus e desfrute do amor de Deus em Cristo Jesus.

    Apenas o sangue de Jesus tem o poder de apagar os pecados. Renuncie aos pecados e erros cometidos e se entregue nos braços de Jesus, sentindo-se amado e perdoado. Tome posse do perdão de Jesus.

     

    Decida-se pela felicidade, e por uma vida melhor. Você pode. Você consegue ser feliz.

     

    Olhe para o espelho sem medo, porque o passado não tem mais qualquer poder sobre você coisas velhas já passaram e tudo se fez novo.

     

    A mensagem do Senhor, como ordenança inegociável nos ensina muito bem:

     

    Mateus 6:31-34 – “Não andeis pois inquietos, dizendo: Que comeremos, ou, que beberemos, ou com que nos vestiremos. Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas. Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal”.   

     

    Não fuja mais do passado, nem tente voltar lá para corrigir alguma coisa. Seja transformado pela renovação do seu entendimento.

     

    Romanos 12:2 – “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.





Congregações

Selecione abaixo a congregação para acessar a Home Page.

Programação

Escola Bíblica
Domingos 9:00hs
Culto da Família
Domingos 18:30hs
Batismo e Santa Ceia
1° Sábado de cada mês - 19:00hs
Cultos da Noite
2° a 6° feira - 19:30hs
Cultos da Tarde
2° a 6° feira - 15:00hs
Cultos da Manhã
2° a 6° feira - 09:00hs
Ensaio Nova Geração
Domingos 11:00hs

Anúncios

Igreja Evangélica Assembléia de Deus em São Mateus
Matriz: Av. Mateo Bei, 263 - São Mateus - São Paulo - SP - Cep: 03949-010
(11) 2919.4244 (atendimento de segunda a sexta das 14h00 as 21h00 - exceto feriado)