Estudos Bíblicos

ÁGUA E VINHO – MILAGRE QUE TRANSFORMA
  • João 2:1-12 – ADSM- domingo, 10/11/2013-Pr Deiró de Andrade

    Aprendemos com  Jesus o tempo. E, neste texto aprendemos sobre a chegada do Reino de Deus.

    Todos os milagres eram sinais da chegada do Reino de Deus entre nós, pois falam da atuação de Deus em favor dos seres humanos.

     

    1-     Jesus estava no casamento.

     

    Lugar de alegria e festa. Alguns casamentos chegavam ter até a uma semana de festejo.

     

    Jesus combina com a alegria, pois veio para que pudéssemos ter a vida em abundancia.

     

    - A escritura nos aponta que o povo de Deus combina com alegria.

     

    • A marca do povo de Deus é o novo.
    • É o povo que nasceu de novo.
    • As misericórdias de Senhor se renovam sobre o seu povo.
    • Povo que anda em novidade de vida.
    • É um povo que vivera em novo céu e nova terra.
    • É o povo que se tornou nova criatura.

     

    -  A palavra alegria e todos os seus sinônimos apontam para marcas do povo de Deus.

     

    2-     A outra verdade é que esta alegria pode acabar.


    Pode ter sido desbalanceado a povisão.

     

    Mostra também poucos recursos da família, porque a qualidade do vinho servido não era a melhor, tanto que após o milagre, houve espanto do mestre sala.

     

    - O pecado – tira a alegria da salvação.

     

    Fazemos o que Deus disse para não fazermos.

    Perdemos a sensação da presença de Deus.

     

    - O sofrimento – pode durar tempo de mais, e isso mina a alegria.

    Todo mundo se cansa do sofrimento, naturalmente.

    Sofrer nunca é bom.

     

    - A decepção - um ente querido, ou pessoa em quem confiamos

    Autoridades eclesiásticas

     

    Com a própria igreja.

     

    A decepção, tem o condão de minar a alegria, a felicidade, a paz e de fazer o vinho se perder.

     

    Surge então a grande questão da vida. O que fazermos quando se vai a alegria.


    Quando a gente tropeça e perde a comunhão...


    Quando nos decepcionamos...
    Quando o sofrimento bate...

     

    1. A.     Vamos até Jesus, como foi Maria. Procurar Jesus é o melhor caminho.

     

    A pessoa certa a procurar, seja qual for o problema que enfrentamos e que tenha levado nossa paz e sossego, ou permitiu que nossa comunhão se esfrie, a coisa certa é procurar por Jesus.

     

    - “ Eles não têm mais vinho...”. – “Ainda não é chegada a minha hora...”.

     

    A reação de Jesus não era ma educada. Não era algo que ofendia a Maria, pois Jesus não faltara com respeito com sua mãe..

     

    Maria nunca escapou da pressão da sua cultura, pois ficou grávida antes de casar, e teve de conviver com as conversas e olhares atravessados.

     

    É a hora de mostrar para todos que seu filho Jesus era alguém especial como ela sempre dissera que ele era.

     

    1. i.                    Não recebi orientação para me manifestar”.

     

    Todos que se envolvem com Deus sofrem inevitavelmente, e “pagam o preço de ser diferente”.

     

    Escolher a luz, ao invés das trevas...

    Amor, ao invés de ódio...

    Vida, ao invés da morte...

     

    1. a.      A diferença incomoda alguém.

     

    E, por incomodar, tem que arcar com o custo desse incomodo.

     

    Incontornável, pois faz parte de nossa decisão de pertencer a Deus.

     

    Jesus está comunicando isso á sua mãe. E ninguém pode arcar com o custo que o outro tem como bônus.

     

    1. B.     Não importa qual seja o motivo que tenha tirado a alegria, devemos ir até Jesus.

     

    Mas, ao irmos a Jesus, precisamos saber, também, que é preciso submeter-se a algumas condições...

     

    1. Submeter-se a vontade do Pai.
    2. Submeter-se ao propósito do Pai.
    3. Submeter-se ao tempo do Pai.

     

       O Pai tem sua vontade, propósito e alvos.

     

    •  Vou até o Senhor...
    • Vou contar para ele o que está acontecendo...
    • Vou dizer a ele tudo o que está no meu coração...
    • Vou pedir que ele faça algo por mim...

     

    Mas é preciso saber que “seja feita a vontade do Pai...”

     

    1. C.      São condições estabelecidas ao relacionamento com Deus, e a principal condição é que “seja feita a vontade do Pai”...

     

    Jesus nunca fará nada contrario á vontade do Pai.

     

    Não adianta pedir para livrar do sofrimento, pois é condição de ser integro servo de Deus, o posicionamento de, se preciso for, tomar posições que causarão desconforto.

     

    -  Há coisas que você precisa dizer não, e isto incomodará pessoas.

     

    • Não participo disso... 
    • Não conte comigo para isto... 
      • Todo não tem  um custo... 


    Jesus afirma que não se manifestava porque ainda não recebera a ordem do Pai para se manifestar.

     

    1. D.     A reação de Maria nos parece muito esquisita...

     

    Façam tudo o que Ele vos disser???

     

    -Fazer o que, se ele disse que não tem nada a ver com isso...

     

    O que Maria sabia, e nós precisamos sabe???

     

    - A reação natural seria a de voltar para os noivos e dizer que não dava para fazer nada e se propor ajudar a esvaziar a festa...

     

    1. Maria sabia que Jesus não conta apenas com a Lei, mas conta também com a Graça e a Misericórdia. 

     

    Onde as leis para a graça e a misericórdia continuam.

     

    • Por isso vale a pena ir até Jesus. 
    • Ainda que Ele tenho que nos chamar a atenção para algumas verdades ou realidades, logo ele manifestará a graça e a misericórdia em nosso favor. 
    • Ninguém vai a Jesus e volta sem uma benção, uma palavra de paz, de consolo e de esperança. 
    • Vale a pena ir a Jesus, porque a graça e a misericórdia nunca são interrompidas... 

     

    • Jesus mandou que enchessem as talhas de água. 
    • Já tinham usado a água dali para a limpeza natural. 
    • Os garçons logo saem para obedecer a Jesus. 
    • O que acabou não foi o vinho??? Sim, foi. 
    • O que estamos fazendo colocando água então??? Sei lá. 
    • Jesus mandou que levassem um pouco de água para o mestre sala. 

     

    • Os garçons logo saem para obedecer de novo. 
    • Que diremos ao mestre sala, que não nos pediu nada?? Diremos que foi o filho da dona Maria que mandou levar para ele. 

     

    Os garçons nos ensinam que, quando vamos a Jesus, temos de ir preparados para obedecer ao que ele disser, ainda que não entendamos a principio.

     

    - Não sabemos o que significa o que mandou fazer, mas ele sabe o milagre que está fazendo.

     

    • Ele está pedindo matéria prima para milagre.
      • As vezes a matéria prima para o milagre pode ser desgastante,  como o fato de encher quase mil litros de água, apenas com botijas...
      • Crie o ambiente necessário para o Espírito Santo trabalhar na sua vida...

    - Não sabemos o que estamos fazendo, mas Jesus sabe por que mandou fazer isto.

     

    • Às vezes ele pode dizer perdoa...
    • Às vezes ele pode dizer retorne - lá...
    • Às vezes ele pode dizer mude daí...
      • E isto pode parecer desgastante, mas é o fornecimento de matéria prima para o milagre.

     

    - A nossa obediência ao ensino ou determinação de Jesus é a condição de termos acesso ao milagre.

    • Devemos ir a Jesus, e a condição é irmos a ele sabendo que ele nos dirá o que fazer, mesmo que a gente não entenda num primeiro momento.
      • O milagre virá...

    O mestre sala nos ensina, ao tomar daquele liquido, que se tornou imediatamente em vinho, e não mais água.

     

    - Andar com Jesus é aprender a conviver com seu tempo e sua hora.

      - O milagre chegara na hora que precisarmos dele, não na véspera.

      - Precisamos ter certeza que ele nos dirá o que fazer para ter a matéria prima para o milagre.

     

    Vale a pena ir a Jesus, porque ele sempre faz melhor do que nós podemos pensar.


     Não vira antes da hora, nem depois as hora da necessidade...

     

    1. Quem está dentro do barco, não precisa ter poder para andar sobre as águas.

     

    O vinho que Jesus fez foi maravilhoso, a ponto de o mestre sala ficar chocado com a qualidade.

     

    Jesus faz melhor do que aquilo que perdemos.

     

    - O consolo dele é mais profundo que o sofrimento que nos atingiu...

    - O perdão dele nos torna mais forte do que éramos antes de pecarmos...

    - A alegria que ele nos devolve é mais profunda do que aquela que perdemos...

     

    Vale a pena ir a Jesus, porque o milagre dele é mais do pedimos ou pensamos.


    -                 Jesus não expôs os noivos.

     

    Ele poderia ir até as talhas e levantar os braços em oração e ordenar que ali se enchesse de vinho. Seria ótimo, aos olhos de alguns...

     

    •  Mas isto exporia os noivos e a sua condição de poucos recursos.
    • Mas Jesus não veio para esmagar a cana trilhada, nem apagar o pavio que fumega...
      • Jesus não expõe, mas restaura e reergue.
      • Jesus dará vida em abundancia.

     

    • Jesus não tem curiosidade mórbida, para saber detalhes da sua vida para expor os detalhes de sua perda de alegria.

     

     
    • Jesus simplesmente vai reacender o pavio que está fumegando.

    Diante da situação de falta de vinho, qualquer outro convidado não seria imprescindível, pois ninguém poderia fazer o que somente Jesus pode fazer.

     

    -                 A ausência de Jesus naquele casamento seria fatal.

    Verdade aplicada

    Enquanto Jesus for o convidado especial de nossa vida, sempre poderemos começar de novo, mesmo que a alegria já se tenha esvaído.

     

    -                 Não importa o que aconteceu...

    -                 Fracassos, tropeços, pecados...

    -                 Sempre é possível retomar, recomeçar.

    -                 Jesus é renovo que nasceria como disse o profeta.

    -                 Jesus é o brito novo que traz vida nova.

     

    Jamais permita que Jesus deixe de ser a pessoa mais importante da sua vida.

     

    -                 Ele tem de ser o convidado especial da sua vida.

    -                 Casa, família, relacionamento podem recomeçar, quando Jesus está presente.

    -                 Quem anda com Jesus, até ao cair, cai para frente, porque Jesus sempre os fará retomar a caminhada.

    -                 Jesus é o renovo de vida

     

    Jesus fez um milagre discreto.


    -                 Jesus não chamou atenção para ele mesmo, mas fez o milagre só para a festa continuar

    -                 Jesus fez um milagre para que festa seja constante.

     

    A gloria de Deus passa pela nossa realização e experimentação da alegria de viver

     

    -                 Deus se agrada com a alegria de seus filhos.

    -                 Deus quer que saibamos o sentido da vida.

    -                 Deus quer que nos sintamos de bem conosco mesmos

    -                 Deus quer que nos sintamos protagonista da historia.

     

    Deus é nosso Pai, e quer que seus filhos sejam felizes.

     

    A alegria de cada um de nós adora a Deus

     

    -                 Edificação

    -                 Crescimento

    -                 Amadurecimento.

    -                 Vida abundante.

     

    Jesus é capaz de fazer um milagre só para que você sorria...

    Jesus é capaz de fazer um milagre só

    Jesus não veio atrás de mão de obra para trabalhar, mas veio para restaurar e salvar os filhos que se haviam perdidos

     

    -                 Jesus é o Pai da parábola do filho pródigo.

    -                 Ele não para ouvir das mazelas do menino, mas fez uma festa.

     

    Maria teve restaurada sua integridade moral, pois os garçons passaram a dizer que a dona Maria era de fato a mãe de um ser que veio do céu.

     

    -                 Jesus faz novas todas as coisas

    -                 Jesus converte o pranto em sorriso

    -                 Jesus sabe do seu potencial, porque foi ele que deu isso a você

    -                 Jesus diz de novo para você que fará um milagre para você sorrir de novo.

    -                 Dê a matéria prima para Jesus. Obedeça-o, e ele fará.

     

    A Gloria de Jesus aparecera no teu sorriso.

     

    .





Congregações

Selecione abaixo a congregação para acessar a Home Page.

Programação

Escola Bíblica
Domingos 9:00hs
Culto da Família
Domingos 18:30hs
Batismo e Santa Ceia
1° Sábado de cada mês - 19:00hs
Cultos da Noite
2° a 6° feira - 19:30hs
Cultos da Tarde
2° a 6° feira - 15:00hs
Cultos da Manhã
2° a 6° feira - 09:00hs
Ensaio Nova Geração
Domingos 11:00hs

Anúncios

Igreja Evangélica Assembléia de Deus em São Mateus
Matriz: Av. Mateo Bei, 263 - São Mateus - São Paulo - SP - Cep: 03949-010
(11) 2919.4244 (atendimento de segunda a sexta das 14h00 as 21h00 - exceto feriado)