Testemunho

Testemunho de cura
  • Adamantina interior de São Paulo, nessa cidade existe uma jovem que com sua mãe moram em uma casa muito humilde, feita de madeira, muito antiga, sem piso no chão, sem mesa e sem cadeira para sentar.

     

    A jovem com apenas 21 anos e com muitas marcas da vida no corpo e na mente. Logo que nasceu descobrirão uma doença terrível, um problema sério no coração, toda semana tinha que ir ao médico fazer tratamento. Ela foi crescendo, mais sempre tendo que tratar dessa doença até que não mais teve jeito, precisou ser operada, fizeram um corte enorme no meio do peito até a barriga, para uma jovem isso foi terrível, pois ficou aquela cicatriz, não dava pra usa qualquer tipo roupa, mas melhorou o coração e ficamos muito felizes, pensamos que chegou o fim do sofrimento daquela jovem e sua mãe. 

     

    Nos seus 16 anos, mais uma bomba, outra doença, agora pior, deu uma inflamação muito forte em um de seus rins e precisava urgente de uma doação de rim, aí começou novamente o sofrimento, todos os dias ir para o hospital fazer hemodiálise, isso é terrível um sofrimento muito grande e mexe com humor da pessoa, ela ficava muito nervosa, era só briga na casa dela com a mãe, só xingava, gritava, os gritos era ouvido pelos vizinhos e todos falavam que elas eram loucas, mais só elas sabiam o que se passava, não podia comer qualquer coisa tinha que ser tudo controlado, o pai que já tinha se separado da mãe há 6 anos, nunca deu uma pensão, nem atenção, nem alimento, nada, a mãe não tinha condições de trabalhar porque tinha que olhar a jovem e fazer comida.

     

    E eu via aquele sofrimento e não podia fazer nada, só ficávamos na esperança de aparecer um doador o mais rápido possível, quando aparecia um doador a pressão dela tava sempre muita alta e não podia fazer o transplante e assim foi muitos anos. E por causa da doença seu rosto foi deformando, sua pele toda machucada por causa do tratamento, teve que para os estudos, não podia trabalhar, era só em casa com aquele sofrimento, tinha vergonha de receber visitas por causa da situação que se encontrava. Com o tempo arrumou um namorado com a mesma doença que ela, aí vimos e pensamos, agora ela melhora, arrumo um companheiro com a mesma doença e um conforta o outro, engano nosso, era só briga, aí ela brigava com a família e com o namorado e nada se resolvia, até que um certo dia apareceu um doador na hora certa, porque naquela mesma semana o medico tinha avisado sua mãe que se dentro de 3 semanas não aparecesse nenhum doador e se a pressão não tivesse baixa, infelizmente eles não podiam fazer mais nada, ela ia morrer.

     

    Mas graças a Deus apareceu o doador e sua pressão tava boa, mais uma cirurgia, mais um corte, mais uma marca no corpo, mais amém, conseguiu mais uma vez salvar sua vida. Mas continuou aquela vida conturbada com brigas com a mãe e com o namorado, isso eu não tinha muito contado com elas, apesar de ter nascido na mesma época e ter a mesma idade dela e sermos vizinhas, mais por causa dessas doenças ela não aceitava ter amigos “perfeitos” e ela com aquelas marcas, até que comecei a namorar e ao mesmo tempo conhecer a JESUS, pois até ai, NEM EU, nem ela conhecia quem era JESUS, e que Ele podia acabar com aquele problema. Quando estava noiva próxima de casar comecei conversar com ela novamente e comecei falar de JESUS do PODER que Ele tem, mais casei e precisei me mudar de Adamantina, vim para São Paulo, 600 km de lá.

     

    Minha família é toda de Adamantina, aqui em São Paulo comecei ir para uma igreja evangélica séria e comecei conhecer mais o PODER de DEUS e tocou em meu coração de pregar a PALAVRA DE DEUS para aquela família, eu e meu esposo mandávamos cartas toda semana para elas falando do AMOR de DEUS e do PODER que Ele tem. E aquela menina começou a me responder e gostar do assunto e acreditar em DEUS. Terminou o namoro com aquele rapaz, porque era muita briga, traição da parte dele, mais isso já era DEUS agindo na vida dela, porque ele era macumbeiro, as brigas na casa dela acabou, começamos a mandar louvores, pregações para elas assistirem, mais até aí tinha uma barreira, elas eram católicas e acreditavam em imagens, adoravam as imagens, mais isso não fez com que desistíssemos, começamos pregar para elas e JESUS foi movendo o coração delas, ela começou a não acreditar em imagens, mais ia na igreja católica. Até que um dia eu conversando com minha mãe, ela me contou que ela estava internada novamente e que a barriga dela estava inchada, doendo, já fiquei preocupada e pensei “meu Deus será que vai ser mais uma doença” na mesma hora comecei a escrever outra carta pra ela falando do PODER DE DEUS, o PODER DA CURA, que pra JESUS nada é impossível, que Ele morreu na cruz pelos nossos pecados, pelas nossas doenças e mandei a carta para a mãe dela levar no hospital. No outro dia, minha mãe me falou o que ela tinha, o baço dela estava muito inchado e os médicos estavam achando que era outra inflamação forte igual a do rim, fiquei muito preocupada, já imaginei que ela ia ter que operar tudo de novo, coitada, mais graças a DEUS fui para Adamantina e com propósito de conversar com aquela família, porque eu não aceitava mais aquilo naquela vida sem felicidade nenhuma, o que dava força pra elas eram as cartas que eu mandava e um novo namorado que ela arrumou, pessoa muito boa de coração bom e de uma família maravilhosa.

     

    Cheguei naquela cidade e fui logo conversar com ela e ela me falou: “olha o médico acha que estou com uma inflamação grave, mais falei pra ele que não estou com medo, pelo contrario agora tenho um Deus Vivo e creio que Ele pode-me curar” nossa naquela mesma hora fiquei muito feliz por vê a fé daquela menina e isso a incentivei muito e disse a ela “isso mesmo Ele vai-te curar, você vai ir fazer o exame e o médico vai falar, nossa você não tem nada, sumiu tudo” e ela falou, eu creio que ele vai falar isso.

     

    Nessa viagem levei um MP3 com louvores e pregações e uma Bíblia que nós compramos e demos para ela de presente, ela ficou muito feliz, e vim embora e deixei aquela menina com mais fé em Deus.

     

    Mais fiz tudo isso não para que eu seja exaltada e sim para que o nome do nosso SENHOR JESUS CRISTO seja Exaltado e Glorificado e com certeza mais uma alma para nosso SENHOR JESUS, porque Ele merece.

     

    Quando foi essa semana recebi uma noticia maravilhosa que Glorifiquei Exaltei o nosso SENHOR JESUS muito mais ainda.

     

    Aquela menina foi ao médico fazer outro exame, se desse igual ao último a inflamação, ia ter que operar, graças ao PODER de NOSSO DEUS minha mãe me falou, “Filha a Fernanda foi ao médico e ele ficou admirado, porque ela não tem mais nada e nos exames dela deu tudo perfeito”. Ela olhou para o médico e disse, eu sabia Doutor, porque meu JESUS me curou, minha fé fez Ele ouvir minhas orações e me curou, eu ganhei um MP3 dos meus amigos e isso me ajudou muito e fez eu ser mais forte e ter mais fé”, e o doutor respondeu, “isso mesmo continue com essa fé que você não vai ter mais nenhuma doença”. 

     

    Hoje na casa daquela família onde só existiam brigas, tem paz, ela terminou seus estudos e vai fazer uma prova para seu primeiro emprego, está muito feliz e cada dia mais Glorifica e exalta o NOME de DEUS.

     

    E com essa história podemos ver o PODER DE DEUS em nossas vidas, basta crer, ter fé, que somos curados de doenças terríveis, aquela família nunca teve paz, mais agora graças a DEUS, há PAZ na casa delas e muita união e o mais principal o ESPIRITO SANTO habita com elas.

     

    Paz esteja com todos!

     

    Denise Manzano Palomares





Congregações

Selecione abaixo a congregação para acessar a Home Page.

Programação

Escola Bíblica
Domingos 9:00hs
Culto da Família
Domingos 18:30hs
Batismo e Santa Ceia
1° Sábado de cada mês - 19:00hs
Cultos da Noite
2° a 6° feira - 19:30hs
Cultos da Tarde
2° a 6° feira - 15:00hs
Cultos da Manhã
2° a 6° feira - 09:00hs
Ensaio Nova Geração
Domingos 11:00hs

Anúncios

Igreja Evangélica Assembléia de Deus em São Mateus
Matriz: Av. Mateo Bei, 263 - São Mateus - São Paulo - SP - Cep: 03949-010
(11) 2919.4244 (atendimento de segunda a sexta das 14h00 as 21h00 - exceto feriado)